fbpx
Computador em cima da mesa com xícara de café

Pequeno Manual de Produtividade para Home Office em Tempos de Covid-19

Também conhecido como trabalho remoto, o home office se tornou o “queridinho” de muitas empresas, tendo até uma legislação trabalhista específica pra ele.  Tudo isso porque ele permite liberdade ao funcionário para cumprir o expediente de qualquer lugar e redução de custo fixo para o empregador.

E em tempos de corona vírus, mesmo que ainda tinha receios de implementá-lo, acabou aderindo por motivos de força maior. O resultado é que tem muita gente perdida sem saber como lidar com um novo modelo de trabalho, sem trazer impactos na produtividade, seja ele empregado ou empregador.

Por isso decidi juntar 20 anos de experiência em RH (e gestão de trabalho remoto) criar este pequeno manual que pode ajudar líderes e liderados a serem mais produtivos e eficazes.

 

Para funcionários e empreendedores:

    • Tenha um cantinho para chamar de seu: ao definir um local para trabalhar, a organização se torna mais fácil e se estabelecem limites claros para você e os demais membros da casa.
    • Faça acordos: os acordos valem tanto com os membros da família que moram na mesma casa para evitar interrupções que te desconcentram, desde combinados com o seus colegas e chefes sobre sua agenda e entregas.
    • Planeje-se: faça um cronograma de tarefas e prazos para entregar. Comece pelo mais simples e mais rápido, isso irá aumentar a sensação de bem estar e dever cumprido.  Uma boa dica pra quem está de home office é identificar seus períodos de maior produtividade e concentrar as tarefas que demandam mais energia para esses períodos.
    • Autodisciplina: é importante delimitar horários para realizar as tarefas, como se você estivesse mesmo dentro de uma empresa. O ideal é evitar também os ladrões de tempo, como as redes sociais, e-mails, sistemas de bate papo (ainda que corporativo) para conseguir dar vazão às suas atividades.
    • Faça pequenas pausas: para melhorar ainda mais sua produtividade, faça pequenas pausas que mudem seu foco de atenção. E já que você está em casa, porque não aproveitar para jogar uma partida de videogame com seu filho, ou ainda tomar um sol enquanto você molha as plantas… Para ser produtivo é preciso ‘oscilar o cérebro’ e se dar pequenas recompensas pelas tarefas cumpridas.

 

Para líderes e gestores:

    • Elabore um plano de trabalho: o que pode parecer óbvio pra você, pode não estar claro para sua equipe. Sendo assim é importante que você elabore um plano específico, nomeando claramente as tarefas, responsáveis, entregas e prazos. Neste momento ajude seu time a definir as prioridades.
    • Foco no resultado e não nas horas trabalhadas: para não ser bombardeado por reportes de seus liderados que desejam ‘mostrar que estão trabalhando’ combine qual é o prazo adequado para updates e reportes.
    • Centralize as informações num único lugar: em tempos de tecnologia, os canais de comunicação são diversificados. Para fazer uma gestão a distância sem se perder, é importante combinar com sua equipe um único canal para centralizar os reportes e comunicações formais, caso contrário, você pode ser perder recebendo  updates pelo whatsapp, email, telefone, drive compartilhado e aplicativos de bate papo corporativo, etc.  Ao centralizar você garante que todos estejam na mesma página e minimizem ruídos na comunicação.
    • Disponibilidade: combine com seus pares, chefes e liderados sua disponibilidade. Algumas pessoas confundem ‘estar de home office’ com estar disponível para atender a qualquer hora e em qualquer canal. O seu expediente em casa, deve ter começo, meio e fim; faça isso e oriente sua equipe a fazer o mesmo.
    • Gestão comportamental: identifique o perfil de personalidade de cada membro de sua equipe para orientar individualmente. O ‘tipo influente’ pode ter dificuldade de foco em concentração, o ‘tipo estável’ tende a se sentir inseguro em ambientes de mudança, ‘o tipo dominante’ workaholic pode não respeitar horários de almoço, pausas ou ainda assumir mais tarefas do que deveria e por fim, o ‘tipo analítico’ pode ter dificuldade com prazos dado seu perfeccionismo ou ainda se mostrar inflexível com alguns imprevistos. Olhe com atenção cada estilo e adapte sua gestão para ter o melhor resultado de sua equipe (confira a tabela dos tipos DISC em detalhes).

“A adversidade desperta em nós capacidades que, em circunstâncias favoráveis,

teriam ficado adormecidas” (Quintus H. Flaccus)

A verdade que o ser humano foi biologicamente programado para resistir a mudança desde a época das cavernas. Mudar pode ser desconfortável num primeiro momento, mas pode ser igualmente agregador.   O home office quando bem administrado e gerido traz flexibilidade, qualidade de vida, produtividadade e excelentes resultados tanto para o empregado quanto para o empregador.

Agora é arregaçar as mangas e mãos à obra!😉

%d blogueiros gostam disto: