5 dicas para estabilizar o emocional na crise

5 dicas para estabilizar o emocional na crise

Se você chegou neste artigo é bem possível que esteja sentindo alguns efeitos psicológicos da quarentena prolongada.  E não é pra menos, afinal, nós estamos vivendo em estado de alerta constante por conta de toda esta situação da pandemia… tá difícil retomar a vida, estabilizar nosso emocional em meio a crise e e descobrir como é que criamos este “novo normal”.

Mas não se desespere! Já ouviu dizer que a vida é 10% sobre sobre o que acontece com você e 90 sobre como você reage a isso?  Pois então fica comigo que vou te ensinar 5 dicas que vão ajudar você a colocar a pilha no controle remoto da sua vida. Vamos lá?

 

1) Aproprie-se de quem você é!

Esse um caminho de protagonismo, de sair do armário de se assumir-se por inteiro nas coisas que fazem de você único.  Aquilo que você tem de mais diferente é o que te torna especial. Ninguém é você e este o seu super poder!

Gosto muito da frase do Oscar Wilde que diz “Seja você mesmo, todos os outros já existem”. E num primeiro momento pode parecer uma frase clichê de auto ajuda mas ela é muito verdadeira.  Exemplo disso é o caso do advogado David Boies que venceu um processo milionário contra a Microsoft. Ele é disléxico e usou esta “fraqueza” para construir um discurso simples, conciso, claro que ganhou o júri.

Se apropriar de quem você é tem a ver com autorresponsabilidade, e o que é a “respons-abilidade” senão nossa habilidade para responder às coisas prontamente?

5 dicas para estabilizar o emocional na crise

2) Analise-se para se conhecer melhor!

Sócrates dizia que uma vida que não é analisada não merece se quer ser vivida.

O autoconhecimento te fortalece, coloque sua atenção em suas escolhas, suas ações e crie o hábito de perguntar-se: “Aquilo que estou fazendo hoje, tem congruência com a vida que eu quero criar para mim?”. Olhe para aquilo que você tem no momento presente, tome clareza da distância sem o crivo do julgamento de extremos e escolha o novo normal que você quer construir com base naquilo que faz sentido pra você.

5 dicas para estabilizar o emocional na crise

3) Assuma o controle!

Essa dica tem a ver com ação, com escolher tomar uma atitude nas coisas que estão no seu controle. Isso é um antídoto para sensação de angústia, ansiedade, travamento ou impotência.  Boa parte das pessoas não age pois vive no futuro, tem medo de tomar uma decisão pois fica presa ao que os outros vão pensar, ou às projeções negativas que ela faz do que pode dar errado.

Olhe para o presente, identifique as pequenas ações que você pode tomar agora e que dependem só de você.  Por exemplo: está com receio de ser demitido? Veja o que está no seu controle: se atualize, faça um curso, peça feedbacks, melhore seu networking, trabalhe sua marca pessoal… e por aí vai. Isso vai te trazer tranquilidade, segurança e harmonia.

4) Aceite-se e seja grato por aquilo que você é!

Aceitação é diferente de resignação, é praticar a auto compaixão de entender que você tem pontos fortes e pontos fracos, é ser generoso consigo mesmo para compreender que cada um tem um tempo emocional para lidar com as coisas.  Vem muito de encontro ao conceito de vulnerabilidade de Brené Brow no seu best seller “A coragem de ser imperfeito”.

O grande benefício que isso traz é: a libertação da necessidade de validação do olhar do outro. Pois quando eu me aceito como sou, já não preciso mais que o outro me aprove para eu me sentir bem.  Osrelacionamentos se tornam mais leves, a convivência em casa fica mais fácil porque nós matamos aquelas expectativas irreais que temos em relação a nós mesmos, nós eliminamos o poder que o outro possui para definir a nossa felicidade ou a nossa condenação.

 

5) Arrisque naquilo que você acredita!

Depois que você se (1) APROPRIOU de quem você é, (2) ANALISOU o que é importante pra você, (3) ASSUMIU aquilo que está no seu controle, (4) ACEITOU-se como você é por inteiro; chega a hora de (5) ARRISCAR.  Para tanto, é preciso que você esteja disposto a fazer coisas diferentes, ter a coragem para experenciar esta trajetória do novo que dá frio na barriga.

Einsten já dizia que fazer a mesma coisa e esperar um resultado diferente é loucura, então é importante usar toda a sua potencialidade para construir essa vida que você quer. O cenário atual, é um momento é muito propício para desengavetar aquele plano B, de se planejar, se preparar e se fortalecer para conquistar aquilo que é importante, ainda que você precise de um apoio externo como um processo de coaching ou aconselhamento psicológico.

 

5 dicas para estabilizar o emocional na crise

E aí, estas dicas te ajudaram ou não ajudaram ou não ajudaram a estabilizar seu emocional na crise? Então que tal compartilhar com as pessoas que também estão precisando de uma mãozinha pra equilibrar o psicológico?

Ah! E se você curte conteúdo de autodesenvolvimento, psicologia e poder da mente, me siga nas redes socias, todo dia tem conteúdo e dicas incríveis para você ter uma vida cada vez mais plena e feliz. 😉

 

 

No Comments

Leave a Comment

%d blogueiros gostam disto: