Prisão emocional. Você se acha livre?

O que faz você se sentir livre? Acha que não existe uma prisão emocional?

É o fato de poder ir onde quiser, quando quiser? De decidir fatos da sua vida? De gerenciar os seus limites?

Se você respondeu SIM a uma destas 3 perguntas, então convido você a refletir por um instante. Talvez você NÃO seja tão LIVRE quanto pensa. Desde crianças, somos BOMBARDEADOS por “ensinamentos” que num primeiro momento podem parecer inofensivos, mas, a longo prazo, trazem PROGRAMAÇÕES MENTAIS e comportamentos que não queremos ter.

 

Mais comum do que imaginamos

Quer ver?  Olha só: “dinheiro é sujo”, “engole o choro”, “mamãe te ama quando você obedece”, “você tem que dar um beijo no titio”, “quem tira nove na prova, tira dez, você não fez mais do que sua obrigação já que só estuda”. Eu pelo menos posso gabaritar várias delas. E conforme o tempo passa e nós nos desenvolvemos para a adolescência e depois, na fase adulta, somos “condicionados por nossa mente” a nos programar a essas RESOLUÇÕES.

Desta forma, como um ser humano, desenvolvido e com plena capacidade de compreensão de fatos e situações ao seu redor, reflita: Até ONDE e o QUE você realmente definiu, único e exclusivamente, a partir de um desejo seu?!

 

“Ah… mas eu acho que…”

Na maior parte dos casos as respostas serão condicionadas a “achismos” (na maior parte envolvendo terceiros) ou por uma vida do tipo “sigo junto com a maré” (se fulano fez, farei igual). Esses casos são profundos exemplos desse condicionamento, do direcionamento para atuarmos nesse palco de maneira “automática”, sem uma profunda reflexão do contexto.

Sabe, viver preso com base nestes paradigmas é uma escolha. Vamos nos despir de julgamentos, pois cada um sabe o que é melhor para sim.  Mas toda escolha tem UM PREÇO a se pagar, e chega uma determinada fase da vida em que a pessoa começa a se sentir incompleta, parece que falta alguma coisa, ela viveu conforme o protocolo da sociedade, direitinho… mas ainda assim não é inteiramente feliz. E muitas vezes essa insatisfação vem acompanhada por um sentimento de culpa.

 

 

Comece essa mudança em você

A sensação da “falta de liberdade” é justamente quando você é tocado por algo do tipo: “me sinto preso, condenado pelo resto da minha vida e me manter assim mas, não é isso que eu quero”. Esse é o ponto. Você se ACHA livre, mas, não está.

Tais paradigmas PODEM SER QUEBRADOS para que novos desejos POSSAM surgir. Lançando luz sobre esse ponto é que a Hipnose atua. Ela é uma ferramenta que ajuda nessa reprogramação mental onde tais princípios, “instalados” ao longo do tempo de maneira automática e sem nossa percepção consciente, podem ser alterados sob o estado de Hipnose.

Contudo, somente podemos dar o passo inicial para resolução desse cenário a partir do momento de compreensão, abertura, entendimento e aceitação do cenário atual. Reconhecer o estado de apatia diante da situação que não muda é a 1ª etapa dessa jornada.

A pergunta que não quer calar: qual será o seu próximo passo?
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

%d blogueiros gostam disto: